Cinemática

Cinemática 3D

A Cinemetria consiste de um conjunto de métodos que busca medir os parâmetros cinemáticos do movimento, isto é, posição, orientação, velocidade e aceleração. O instrumento básico para medidas cinemáticas é baseado em câmeras de vídeo que registram a imagem do movimento e então por meio de software específico é calculado as variáveis cinemáticas de interesse. Diversos sistemas auxiliam em avaliar As medidas obtidas. No Laboratório de Biomecânica da UFSC, utiliza-se para a captura da trajetória tridimensional um sistema dotado de 8 câmeras integradas (VICON MX systems, Oxford MetricsGroup, UK) e, seus dados são coletados em uma taxa de amostragem de 100Hz. O sistema de análise de movimento VICON possui uma precisão de 0,1 mm / 3m e uma taxa de amostragem de 200hz.

 

 

Para realização da avaliação, inicialmente, realiza-se a calibração dinâmica das câmeras com o uso da vara de calibração “Active Wand”. Todos os parâmetros (luminosidade, resolução espacial e temporal, e foco) são calibrados, ajustados e mantidos inalterados durante todos os procedimentos de aquisição das imagens, garantindo os mesmos parâmetros de cada câmera para todos os indivíduos. Para identificação do objeto/indivíduo que será analisado, são afixados marcadores reflexivos com diâmetro de 14 mm, nos pontos anatômicos de acordo com o modelo Plug in Gait para membros inferiores do sistema VICON. A escolha dos marcadores está diretamente relacionada ao movimento que se deseja analisar.

 

 

A posição dos marcadores é detectada por câmeras com iluminação infravermelha. Esses marcadores aparecem na imagem de vídeo de cada câmera sob forma de manchas brilhantes, que posteriormente, são digitalizadas e delimitadas, podendo, através de seu contorno, determinar com precisão o centro do marcador. Após esse procedimento de coleta de dados, o cálculo das coordenadas tridimensionais é decomposto em várias etapas. A primeira trata da reconstrução tridimensional estática e dinâmica, realizada no software de coleta de dados (Polygon, MetricsGroup, UK) e a segunda etapa trata do modelamento matemático também realizado no software Polygon.

  
 

O sistema também é integrado com duas plataformas de força (AMTI, Inc., WaterTown, Massachusetts, USA) e um sistema de eletromiografia sem fio de 8 canais (Delsys, Inc., Natick, Massachusetts, USA) com taxa de amostragem de 2000 Hz. Isso permite a coleta simultânea de variáveis cinemáticas, cinéticas e eletromiográficas.

Prof.ª Ma. Morgana Lunardi

Mestra em Educação Física – UFSC

Prof. Me. Raphael Luiz Sakugawa

Mestre em Educação Física – UFSC

Doutorando em Educação Física – UFSC